Nutrire: valorizamos quem valoriza você!

Menu
16.03.2018

Adotar é um ato de amor, carinho e estabilidade

Está pensando em adotar um cachorro ou um gato? Já foi até a ONG da sua cidade para conhecer como é o processo de adoção?
 
Adotar é um ato de amor, carinho e estabilidade. Mas, acima de tudo planejamento e responsabilidade. Ao decidir ter um animal de estimação, é preciso estar disposto a dar boas condições de vida. Em Garibaldi, a S.P.A Bicho Feliz, aconselha de não adotar por impulso, mas estar consciente. "O adotante precisa estar disposto a assumir uma responsabilidade pra si e ter consciência de que o animal dura anos, que também adoece e que também adota as pessoas como família. O abandono é um trauma muito grande e queremos evitar que ele se repita", comenta a presidente da ONG, Luana Meneghetti.
 
Todos da casa devem concordar com a adoção e aceitar o novo morador. É preciso entender que um novo membro chegou. Luana, sugere que o local deve ser adequado, garantindo que o animal esteja seguro, protegido  e confortável. "Recomenda-se que os locais para suas necessidades, refeições e soninhos já sejam estabelecidos na sua chegada e que permaneçam os mesmos. Isso facilita no aprendizado e a adaptação".
 
E qual pet escolher? Cão ou gato?
 
Deve-se escolher o animal que melhor se adapta a realidade de cada um. Por isso, após a entrevista prévia, é importante visitar o canil ou gatil. Segundo Luana, nem sempre escolher um filhote é ideal porque eles precisam muito tempo de ensino. O porte e a personalidade também devem ser observados, de acordo com o estilo de vida e rotina da família. "Alguns animais podem demorar mais que outros para se adaptarem e se sentirem à vontade, mas isso não significa que a adoção não dará certo", destaca.
 
Outro fator que precisa ser levado em consideração é se há outros animais na casa. A  adaptação demora mais e pode se tornar difícil, mas com muito amor e paciência tudo é possível. "Conhecer o animal pessoalmente antes de escolhê-lo de fato também ajuda em relação a afinidade, que já pode ser percebida neste primeiro contato", afirma Luana. Adotar um cão ou gato adulto muitas vezes facilita, pois já é possível conhecer o temperamento, o seu tamanho, e eles aprendem com muito mais facilidade.
 
O que o S.P.A faz quando os animais chegam?
 
Quando um cão ou um gato chega a S.P.A. Bicho Feliz, é vacinado, vermifugado e submetido a qualquer tratamento que porventura seja necessário no momento. Após, sua foto é divulgada na nossa página da associação no Facebook - canal único e direto de contato com a ONG. Quando alguma pessoa se interessa e opta pela adoção, fazemos uma breve entrevista com perguntas básicas sobre a rotina do adotante e o local onde o animal ficará, para ajudarmos com uma escolha consciente. É obrigatório que a pessoa tenha mais de 18 anos.
 
Na última quarta-feira, dia 14 de março, foi comemorado o dia nacional dos animais, por isso reforçamos o recado: Adote de forma consciente, pratique a guarda responsável e ganhe um amigo para a vida toda!

Voltar
03.09.2018

Pulgas: cuidados com o ambiente do pet

Leia mais
13.07.2018

09 filmes com pets que você vai amar

Leia mais
09.03.2018

Projeto Cãoterapia na Apae de Poços de Caldas é muito amor!

Leia mais