Nutrire: valorizamos quem valoriza você!

Menu

Gostou desse conteúdo? Preencha o formulário abaixo para receber mais novidades exclusivas do nosso blog:

Você gosta de cães ou gatos?

18.02.2019

Palavra da Veterinária - a LEISHMANIOSE

Hoje o assunto é sério, tanto para nós quanto para os nossos amigos pets. Vamos falar um pouco sobre a Leishmaniose canina, que é uma infecção parasitária causada por protozoários que atacam o sistema imunológico do animal.

A Leishmaniose é uma grave zoonose, que pode levar a óbito tanto o ser humano como o pet infectado. Ela é causada por diferentes espécies de protozoários do Gênero Leishmania e é transmitida para homens e animais pelo mosquito flebótomo, que se encontra em regiões quentes úmidas. Em alguns lugares esse mosquito é mais conhecido como mosquito-palha. 

Como principais sintomas são observados o enfraquecimento dos pelos, feridas no focinho do animal, apatia, perda de peso e volume abdominal, porém em alguns casos o pet não apresenta nenhum sintoma, dificultando o diagnóstico.

No combate dessa zoonose devemos prevenir a propagação da Leishmaniose, evitando a proliferação do mosquito-palha, mantendo o ambiente higienizado e limpo e sem acúmulo de lixos.

Além disso, no nosso país existe uma vacina contra a Leishmaniose Visceral Canina, com uma proteção acima de 92%, essa vacina tem protocolo indicado para animais a partir dos quatro meses de idade é altamente recomendada nas áreas onde há grande ocorrência da doença, sendo necessárias três doses, com intervalo de 21 dias entre elas, e reforço anual da imunização.

Por isso, devemos ficar atentos evitando o contato dos mosquitos e a estando alerta a saúde dos nossos pets. E sempre lembrando, em caso de suspeitas ou dúvidas, consulte o Médico Veterinário.

Luana Walendorff Sartori

Médica Veterinária, formada pela Universidade de Passo Fundo. Gestora Técnica Comercial na Nutrire Industria de Alimentos e Ltda.

Voltar
07.12.2018

Já pensou em fazer um plano de saúde para o seu pet?

Leia mais
06.09.2018

Cães e gatos na mesma casa. Sim! É possível!

Leia mais
21.09.2018

Como administrar medicação aos pets via oral

Leia mais