Nutrire: valorizamos quem valoriza você!

Menu
06.09.2018

Cães e gatos na mesma casa. Sim! É possível!

Ter um cão e gato na mesma casa é possível, mas tudo vai depender da maneira que você vai contribuir para os pets se "entenderem". Afinal, ambos possuem personalidades bem distintas e precisam de orientações. Os dois são bons companheiros, porém antes de tomar qualquer decisão é importante avaliar e entender os cuidados e procedimentos para que os pets convivam em perfeita harmonia.

Mas é claro que tudo vai depender muito de cada situação. A decisão precisa ser bem pensada e O primeiro passo é conversar com quem entende, seja a recomendação de um veterinário de sua confiança, seja um bate papo com donos de animais que já passaram por situação semelhante.

O que mais buscamos é o bem estar do animalzinho, né? É fundamental que ele se adapte ao ambiente. E, quanto mais novinho, melhor. O pet, seja cachorro ou gato, que está chegando agora deve ser aproximado, com muita calma e aos poucos, do "pet da casa". O instinto é o de cheirar e depois a troca de olhares. Caso houver um tom agressivo, afaste-os e tente novamente em outro momento. Se o contato for positivo, e ambos os animais estiverem tranquilos, deixe que interajam e vá premiando os dois com alimento.

Outra dica importante é que cada um tenha o seu espaço, e você deve ajudar a respeitar isso. Os cães, por instinto, prezam muito pela comida e sempre marcam território. Tenha cuidado para que um não "roube" a comida do outro, pois além de não fazer bem, é um motivo certo para um pequeno conflito. Com o tempo, você vai observar se há um entrosamento entre eles, e daí sim, pode deixar as coisinhas de cada um mais próximas.

Amor e atenção são dois fatores cruciais neste processo. De forma alguma faça distinção entre eles, pois o pet que está na casa há mais tempo, principalmente o cachorro, vai sentir ciúmes. O carinho precisa ser igual. Petiscos e brinquedinhos também são maneiras de demonstrar esta atenção. Embora a convivência seja fundamental, cada um tem o seu ritmo e a sua rotina.

Os passeios com os cachorros devem continuar, não altere a rotina dele, jamais. Ao sair, o cão gasta a energia, uma forma de aliviar o estresse. Sempre recomendamos paciência, dedicação e claro, ter um tempo para promover e apresentar o novo membro da família. Você vai ver que vale a pena e como eles podem se tornar companheiros inseparáveis!

Voltar
08.06.2018

Castração em cães, vantagens e desvantagens

Leia mais
19.02.2018

Nutrire participa da Gulfood em Dubai

Leia mais
14.09.2018

Quiz: qual pet mais combina com você?

Leia mais