Nutrire: valorizamos quem valoriza você!

Menu

Gostou desse conteúdo? Preencha o formulário abaixo para receber mais novidades exclusivas do nosso blog:

Você gosta de cães ou gatos?

01.07.2020

Bichos de estimação: saiba tudo sobre a vacinação do seu pet

A vacinação de cães e gatos é a forma mais eficaz de prevenir as principais doenças infecciosas, como a cinomose em cães e a rinotraqueíte em gatos. Além disso, é uma ferramenta importante para evitar as chamadas zoonoses, que são doenças como a raiva e a leptospirose.

A especialista da Nutrire, a veterinária Luana Sartori, explica sobre as principais vacinas e a importância de cada uma delas. “É através do protocolo completo de vacinação que o pet adquire imunidade para que, caso entre em contato com essas doenças, seu organismo possa se defender e bloqueá-las, diz.

Protocolo básico de vacinas

No protocolo de vacinas de gatos filhotes, geralmente, são usadas duas doses da vacina polivalente (tríplice, quádrupla ou quíntupla), com início aos 60 dias de vida e com intervalo de 21 dias. “Ainda nesse protocolo, incluímos a vacina contra a raiva, que deve ser feita junto à última dose da polivalente ou até os 6 meses de idade”, completa Dra. Luana.

Já nos cães filhotes, esse esquema de vacinas é um pouco diferente, nestes são indicadas três doses da polivalente (V7, V8, V10 e V11), iniciando aos 45 dias de vida e, também, com intervalos de 21 dias. 

“Nos cães incluímos ainda a vacina da raiva com a última dose ou até os 6 meses. Além disso, para os cães existem as vacinas contra traqueobronquite infecciosa, mais conhecida como “tosse dos canis” e giardíase canina, que são indicadas duas doses, associadas a segunda e terceira dose da polivalente”, explica.

Vacina para manter o pet imune

É importante lembrar que a proteção vacinal dos animais não acaba por aí, os cães e gatos adultos necessitam de doses anuais de reforço das vacinas polivalentes e da raiva, para assim mantê-los imunes durante toda a vida.

Também é interessante saber que os protocolos de vacina podem variar, conforme as necessidades específicas e também aos diferentes laboratórios. E não esqueçam, estes procedimentos devem ser realizados somente pelo médico veterinário.

Saiba mais sobre as principais vacinas e quais doenças ela imuniza

  • Tríplice: Panleucopenia, Rinotraqueíte e Calicivirose
  • Quádrupla: Panleucopenia, Rinotraqueíte, Calicivirose e Clamidiose / Quíntupla: Panleucopenia, Rinotraqueíte, Calicivirose, Clamidiose e Leucemia.
  • V7: cinomose, adenovírus tipo 2, parainfluenza, parvovirose e leptospirose
  • V8: cinomose, parvovirose, hepatite infecciosa, adenovirose, coronavirose, parainfluenza e leptospirose (L.canicola e L.icterohaemorrhagia)
  • V10: cinomose, parvovirose, hepatite infecciosa, adenovirose, coronavirose, parainfluenza e leptospirose (L.canicola, L.icterohaemorrhagia, L. grippotyphosa e L. pomona )
  • V11: cinomose, parvovirose, hepatite infecciosa, adenovirose, coronavirose, parainfluenza e leptospirose (L.canicola, L.icterohaemorrhagia, L. grippotyphosa, L. pomona e L. copenhageni.
Voltar
06.09.2018

Cães e gatos na mesma casa. Sim! É possível!

Leia mais
04.09.2019

Meu gatinho pode ter Síndrome de Down?

Leia mais
08.06.2018

Castração em cães, vantagens e desvantagens

Leia mais